Tag Archives: silêncio

Momentos Soltos 5

“Quem somos nós?”
Muito se questiona sobre o que fomos, de onde viemos, quem somos agora. Mas será que é assim tão importante navegar nas galáxias dos pensamentos, no deslumbramento de um ego que se alimenta da ilusão ou no esforço inglório de tão abstrato? Mas afinal quem somos nós? Porque não basta só o silêncio!?
(Helena Rego)

Meditação – Krishnamurti

“Meditar é estar inocente no tempo”.

moonstoneO homem, para se evadir dos seus conflitos, tem inventado muitas formas de “meditação”. Estas têm por base o desejo, a vontade e a ânsia de conseguir algo, o que implica conflito e uma luta para chegar. Este esforço consciente, deliberado, realiza-se sempre dentro dos limites de uma mente condicionada, e nesta não existe liberdade. Todo o esforço para meditar é contrário à meditação.

A meditação vem com o cessar do pensamento. E só então se revela uma dimensão diferente, que está além do tempo.

                                                                                                                                                                                                                J.Krishnamurti/Março 1979                                                                                                                                                                                                                    

A meditação não é um meio para atingir um fim, não há nenhum fim, não há nenhum chegar; ela é um movimento no tempo e fora do tempo. Qualquer sistema, qualquer método, prende o pensamento ao tempo. A atenção, sem escolha, a cada movimento do pensamento e do sentir, a compreensão dos seus motivos, dos seus mecanismos, permitindo  que o pensamento e o sentir “floresçam”, é o nascer da meditação. Quando o pensamento e o sentir florescem e morrem, a meditação é um movimento além do tempo. Nesse movimento há êxtase; nesse vazio total há amor, e com amor há destruição e criação.

“A meditação é a acção do silêncio”