Category Archives: Momentos Soltos

Momentos Soltos 5

“Quem somos nós?”
Muito se questiona sobre o que fomos, de onde viemos, quem somos agora. Mas será que é assim tão importante navegar nas galáxias dos pensamentos, no deslumbramento de um ego que se alimenta da ilusão ou no esforço inglório de tão abstrato? Mas afinal quem somos nós? Porque não basta só o silêncio!?
(Helena Rego)
Anúncios

Momentos Soltos 4

Chegar ao ponto do inacessível, a esse lugar tão simples da existência, é encontrar serenidade e paz. A pura observação silenciosa da vida, eleva-nos ao ponto zero e a uma consciência maior _ objectivo próximo da transcendência do pensamento _ encaminha-nos para uma dimensão superior. E a não identificação com a forma, ego, mas sim a consciência anterior ao pensamento, responde á constante pergunta: “Quem sou eu?”.

Momentos Soltos 3

Deixem que se libertem os desejos, de recônditos espaços interiores. Casulos de profundos sentimentos que se abrem à luz de vontades maiores.
Quero ser animal, ser lobo, ser águia, ser libelinha azul; mesclar-me com o verde, correr por entre o ar, derreter-me nas águas e flutuar. Mergulhar na transparência, soltar os medos e sorrir livremente.
Amar não é segredo é vida.

Momentos Soltos 2

Procuramos constantemente as qualidades, nos outros e em nós,mas quem seria eu sem os meus defeitos? E esses defeitos não serão as qualidades que os outros não gostam em mim? Continuando o processo de análise, sei que vou chegar á conclusão que sou perfeita. E tu?… tu… és exactamente como eu.

Momentos Soltos 1

Eu sou o que sou…
Livre como pássaro de asas abertas, descanso na brisa que me leva á eternidade. Respiro a vida e sinto a serenidade do tempo que passa e que não vejo; sinto o coração liberto de emoções que aprisionam; sinto um sorriso doce e calmo a cada instante da minha existência… bem dentro de mim… e assim… vivo, morro e renasço, para o que o “sempre” for.