A Terra Maravilhosa

Enquanto caminhava na praia as ondas eram enormes e quebravam com força e curvas maravilhosas. Você caminhava contra o vento, e de repente sentiu que não havia nada entre você e o céu, e esta abertura era o paraíso. Estar tão completamente aberto, vulnerável – às montanhas, ao mar, e ao homem – é a própria essência da meditação. Não ter resistência, não ter barreiras interiores a coisa alguma, ser realmente livre, completamente, de todas as ânsias menores, compulsões, e exigências, com todos os seus pequenos conflitos e hipocrisias, e caminhar pela vida de braços abertos. E nessa tarde, caminhando ali naquela areia molhada, com as gaivotas à sua volta, sentiu a extraordinária sensação de liberdade aberta e a grande beleza do amor que não estava em si ou fora de si – mas em todo lugar.

krishnamurti_2

Krishnamurti

All The Marvelous Earth Brockwood Park 3rd Public Talk 6th September 1980

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s